NewsletterInstagramTwitter Facebook

Publicado em:
19
5/2017

Sead reúne dez cooperativas de agricultores familiares na Bio Brazil Fair

Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário incentiva a comercialização dos produtos cultivados por agricultores familiares, principalmente nas grandes cidades brasileiras.

A Bio Brazil Fair 2017 contará com a participação da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), que reúne em seu estande dez cooperativas do segmento de alimentos, bebidas e artesanatos orgânicos, de cinco estados brasileiros: Bahia, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará e Rio Grande do Sul.

“A nossa expectativa com a feira é de fortalecimento e reconhecimento dos negócios da agricultura familiar, tanto para os produtores, quanto para a sociedade e a economia do país”, declara José Ricardo Roseno, Secretário Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário.

No estande da Sead, serão expostos bebidas, alimentos e artesanatos orgânicos de agricultores familiares que produzem em quantidade e em qualidade. Entre os produtos, os visitantes poderão conhecer e conferir sucos, café torrado e moído, castanha e alimentos à base da oleaginosa, geleias, doces, biscoitos, cachaças, cervejas, licores, molhos de tomate, além de artesanato como bolsas, embalagens, sandálias, porta-treco e outros produzidos de látex natural de florestas nativas e folhas diversas, como vitória régia, por exemplo.

Atualmente, o Sead atende mais de 300 famílias de agricultores familiares com serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural, contratados por meio de chamada pública. São entidades públicas e privadas que atendem na área rural sob o conceito da agroecologia. O Sead vem intensificando este trabalho nas áreas onde há forte demanda, o Semiárido e a Amazônia. A consolidação da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) é outro ponto chave neste processo.

A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário visa ao estímulo à comercialização da agricultura familiar por meio da realização de diversas ações, com o desafio de garantir a comercialização dos produtos nas grandes cidades brasileiras.

De acordo com o secretário da Sead, as pequenas propriedades familiares usam menos insumos agrícolas. “Precisamos estimular o consumo da agricultura familiar. As pessoas das grandes cidades, quando vão ao mercado, precisam saber que estão consumindo estes produtos. É saudável, custa menos e é bom para o bolso, para o meio ambiente e também é socialmente mais justo, com mão de obra familiar e uso de práticas e saberes tradicionais aliados ao conhecimento técnico”, ressalta.

O Governo Federal vem fazendo a sua parte com os programas de compras públicas. O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) têm contribuído largamente para o processo de consolidação dos empreendimentos da agricultura familiar.

Outro caminho é que os consumidores localizem com mais facilidade os alimentos da agricultura familiar. Para isso, a Sead tem se empenhado na consolidação e ampliação do Selo de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (Sipaf), que reconhece os produtos que são oriundos da produção familiar. “Este ano, chegaremos a mais de 22 mil produtos formalmente identificados, envolvendo mais de 200 mil agricultores familiares individuais ou em empreendimentos participando do processo”, comemora José Ricardo Roseno, Secretário Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário.

Cooperativas participantes da Bio Brazil Fair no estande da Sead:
Cooperativa Agrop. de Prod. e Com. Vida natural(Coopernatural) - RS
Produtos: cerveja orgânica, sucos orgânicos, geleias e doces orgânicos, cereais orgânicos.
Famílias beneficiadas: 32

Cooperativa de Produtores Ecologistas de Garibaldi Ltda (COOPEG) - RS
Produtos: bebidas orgânicas.
Famílias beneficiadas:53

Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo e Região Ltda (COOPFAM) - MG
Produtos: café torrado e moído orgânico.
Famílias beneficiadas: 500

Cooperativa dos Agricultores do Vale do Amanhecer (Coopavam) - MA
Produtos: castanha, farinha de castanha, óleo de castanha orgânicos.
Famílias beneficiadas: 150

Fazenda Bacuri - PA
Produtos: doces, geleias, licores e biscoitos.
Famílias beneficiadas: 3

Polo de Proteção da Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais/Encauchados de Vegetais da Amazônia - PA
Produtos: artesanato de látex natural de florestas nativas/folhas diversas, vitória régia, bolsas, embalagens, porta treco, sandálias.
Famílias beneficiadas: 3.500

Cooperativa dos trabalhadores assentados na região de porto alegre Ltda (Cootap) - RS
Produtos: arroz orgânico, polido integral, parbo e cateto. Geleias de amora e uva.
Famílias beneficiadas: 748

Cooperativa Aecia de Agric. Ecolog. Ltda (AECIA) - RS
Produtos: sucos integrais, néctares, molhos e extratos de tomate, geleias e doces cremoso.
Famílias beneficiadas: 23

Cooperativa de produtores orgânicos e biodinâmicos da Chapada Diamantina (COOPERBIO) - BA
Produtos: café torrado e moído, café torrado em grão.
Famílias beneficiadas: 20

Cachaçaria Weber Haus - RS
Produtos: cachaça prata, cachaça envelhecida, licores, cachaça envelhecida de amburana, cachaça prata orgânica, licor de cachaça de amburana.
Famílias beneficiadas: 2.100

Fonte: Assessoria Sead