Notícias


Publicado em:
2
2/2018

Agricultores do assentamento Boa Esperança estão em Transição Agroecológica

A equipe da SMA visitou alguns agricultores do assentamento e constatou o esforço na diversificação da produção e adoção de práticas sustentáveis



Metatags:

No dia 18 de dezembro, membros da equipe da SMA, juntamente com técnicos da AMATER, realizaram a entrega de dois certificados e cinco declarações de adesão ao protocolo de transição agroecológica a agricultores do assentamento rural PDS Boa Esperança de João Ramalho.

Neste evento de entrega, estavam presentes todas as famílias agricultoras, representantes da prefeitura de João Ramalho e prefeitura da Rancharia, da Incubadora de Cooperativas Populares da Unesp de Assis e alguns consumidores da Rede Trem Bão.

A equipe da SMA visitou alguns agricultores do assentamento e constatou o esforço na diversificação da produção e adoção de práticas sustentáveis. Cleuza Galdino Miranda está implementando uma fossa séptica e já vem diversificando sua produção cada vez mais, com hortaliças e frutas. Diva e Sebastião de Oliveira receberam a declaração de adesão e produzem diversos itens de horticultura e laticínios. Não utilizam agrotóxicos e irão continuar com a redução de adubos químicos.

No dia 19 de dezembro ocorreu um Encontro de Parceiros dos Agricultores do PDS Boa Esperança de João Ramalho na Incubadora de Cooperativas Populares da Unesp de Assis, onde foram abordados assuntos como o processo de Transição Agroecológica ao qual os agricultores do PDS Boa Esperança estão participando por meio da extensão rural da Cooperativa AMATER, com a agrônoma Elisa Lauer. O objetivo do encontro foi os parceiros se conhecerem e incentivar as possíveis contribuições dos diferentes parceiros neste processo.

Estiveram presentes neste encontro representantes das seguintes instituições/coletivos: -Cooperativa Amater (Cooperativa Trabalho Assessoria Técnica Extensão Rural e Meio Ambiente), agricultores do PDS Boa Esperança, Secretaria do Estado do Meio Ambiente de São Paulo, Fundação Itesp, SAA/CATI, Incoop – Incubadora de cooperativas populares- Unesp/Assis, Rede de Comercialização Solidária “Trem Bão” e Ágape – grupo de agroecologia e permacultura de Assis.

Fonte: Governo de São Paulo/Sistema Ambiental Paulista


Últimas notícias

Rodadas de Negócios promovidas pela Francal Feiras geram mais de R$ 30 milhões em 2018

Somente nas feiras BIO BRAZIL FAIR | BIOFACH America Latina e NATURALTECH, as 399 reuniões pré-agendadas somaram quase R$ 16 milhões em negócios imediatos e prospectados para os 12 meses seguintes.
Leia Mais

Em 2019, Francal Feiras intensifica universo digital em seus eventos

Promotora mantém posicionamento de ir além dos negócios e oferecer muito mais do que conexão e negócios entre expositores e visitantes.
Leia Mais

Francal Feiras lança campanha para engajar expositores em ações de sustentabilidade

Selo Viva Verde convida empresas a gerarem o mínimo possível de resíduos durante as feiras.
Leia Mais