Notícias


Publicado em:
7
6/2018

Novidades no cultivo de orgânicos certificados e a presença da Chef Malu Lobo são atrações da Yoorin

Fundada em 1966, a empresa é especializada em transformar minerais em fertilizantes diferenciados de alta eficiência agronômica.



Metatags:

A Yoorin Fertilizantes é a primeira empresa de insumos do mundo a ter o selo ProTerra de Sustentabilidade e, focada em trazer novidades para a Bio Brazil Fair, preparou duas atrações para o dia 8, sexta-feira.

Primeiro haverá uma palestra com engenheiro agrônomo Vinádio Bega, para falar sobre a biofortificação baseada na Trofobiose, prática que é alternativa ao uso de agroquímicos - de acordo com a prática, plantas com níveis equilibrados de nutrientes, cultivadas em um solo equilibrado e bem nutrido, conseguem se proteger naturalmente contra parasitas. A palestra é aberta ao público e está prevista para sexta-feira, 8 de junho, às 16h.

A empresa também convidou a chef Malu Lobo para preparar um cuscuz saudável e orgânico no estante. Malu Lobo trabalha na criação de receitas saudáveis e torna realidade a gastronomia saudável e equilibrada. A ação será realizada dia 8, das 17h às 19h.

O fertilizante Yoorin, um dos certificados como insumo aprovado para a cultura de orgânicos pelo IBD, é um produto termofosfatado, que passa por um processo de termofusão dos minerais, fazendo com que os nutrientes presentes sejam de alta eficiência agronômica e acompanhem o desenvolvimento dos cultivos, o que permite ainda o aproveitamento em culturas posteriores.

Fonte: Primeira Página


Últimas notícias

PMEs brasileiras estão de olho na indústria 4.0

Pesquisa aponta que 38% das pequenas e médias empresas enxergam nas tecnologias o caminho para melhores produtos e serviços.
Leia Mais

Aumenta a previsão de crescimento da economia em 2019

Dados estão no Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central.
Leia Mais

Produtor de Curitiba investe no cultivo de cebola orgânica

Agricultor de Quatro Barras afirma que o preço é equivalente ao de outras culturas e que recebe 30% a mais pelo fato de ser orgânica.
Leia Mais