Notícias


Publicado em:
29
8/2018

Hortas orgânicas transformam interior de SP com alimentação e vida mais saudáveis

Em Itu, ONG Crescimento Limpo oferece produtos que trazem benefícios para o consumidor e para a economia local



Metatags: Itu, São Paulo, Interior, Horta, ONG

A tendência do consumo de produtos orgânicos tem crescido nos últimos anos. Porém, de acordo com o Conselho Brasileiro de Produção Orgânica e Sustentável (Organis), apenas 15% da população brasileira consome esses itens.

Em Itu, no interior de São Paulo, há alguns espaços que cultivam esses alimentos. Um deles é a horta da ONG Crescimento Limpo, criada pelo assistente social Mark Kaiser e pela teóloga Alice Kaiser em 2015. A entidade conta com pessoas em situação de rua, que são reinseridas na sociedade por meio do trabalho realizado na horta.

No local, são cultivadas verduras e legumes, como couve, beterraba, salsa, cebolinha, hortelã, espinafre, manjericão e alface de todos os tipos, que custam R$ 3,00 o maço. Já o tomate cereja sai por R$ 6,00 cada 300 gramas.

Além do cuidado com a produção dos orgânicos, o casal se preocupou com a sustentabilidade para montar a horta.
“Quando surgiu a ideia, a gente estava se recuperando daquela crise hídrica em 2014, então por isso a gente pensou no sistema de aquaponia que temos aqui”, diz Alice.

A aquaponia consiste na união do cultivo de peixes com o de plantas sem o uso de solo, com raízes submersas na água. “A água dos peixes alimenta as plantas, as plantas limpam a água e a gente bomba de volta para os peixes. É um ciclo fechado”, conta.

Alice afirma que a procura pelos produtos tem sido muito boa. “Varia de acordo com a quantidade de produção que a gente tem. Eu diria que vendemos entre 200 e 300 verduras por semana”.

Além de benéficos para a saúde, serem mais nutritivos e saborosos, os alimentos orgânicos comercializados ajudam na economia local. “É ótimo procurar produto orgânico de produtor local. É um benefício para Itu”, afirma Alice. “Eu acho que é um dos apelos que eu faria: seja consciente a respeito do que você está comprando, mas seja consciente a respeito de onde você está comprando também”, ressalta.

A horta da ONG Crescimento Limpo, que também possui um espaço para consumo local dos produtos cultivados, fica na Rua Bahia, 49, Bairro Brasil. Outras opções de hortas orgânicas em Itu podem ser encontradas na Rua Mato Grosso, 16, Bairro Brasil e Rua Dr. Emílio Chierighini, Bairro Alto.

Fonte: Primeira Página, com matéria publicada no jornal O Periscópio


Últimas notícias

Fraudes no e-commerce brasileiro caíram 27,3% em 2018

Konduto analisou 120 milhões de transações que aconteceram entre 1 de janeiro e 31 de dezembro do ano passado.
Leia Mais

Encontro do setor de Feiras e Eventos promove Transformação no setor

ESFE reúne as principais marcas do setor M.I.C.E do Brasil no Jockey Club São Paulo. Francal Feiras é uma das apoiadoras do evento.
Leia Mais

ONU premia estado indiano que se tornou 100% orgânico

Sikkim está localizado nas montanhas do Himalaia e foi reconhecido com o Prêmio de Ouro por Políticas Futuras da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).
Leia Mais