Notícias


Publicado em:
5
10/2018

Paulista faz sucesso ao trocar cargo executivo por franquia de orgânicos

O Negócio próprio era plano B da empreendedora, que, em seis meses de operação, tem loja considerada referência pela franqueadora



Metatags: Terra Madre, Franquia, Franchising, Orgânico, Saudável.

Quando decidiu que era hora de abrir seu próprio negócio, depois de 35 anos dedicados a multinacionais, a paulista Fatima Borges pensou em diversos nichos de mercado – que tal seria uma cafeteria, uma loja de chocolates? No entanto, ao entrar em contato com o universo dos produtos orgânicos e saudáveis, foi paixão à primeira vista, e Fatima tomou sua decisão.

Em setembro de 2017, ela e colegas de trabalho firmaram contrato com a rede Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis, marca pioneira no setor de franquias, a apostar nos orgânicos e, em março de 2018, a loja foi inaugurada. “Nesse período inicial, éramos seis sócias cuidando do negócio. Cada uma tinha sua área de responsabilidade”, relembra.

No entanto, alguns meses depois, a sociedade foi desfeita e Fatima assumiu o comando da franquia. Para isso, passou a se dedicar integralmente ao seu próprio negócio. “O plano B virou A e não precisei de mais do que um mês para me ver apaixonada pela loja”, conta.

Fatima começou a trabalhar com apenas 13 anos em uma loja especializada em itens de cristal. Aos 14 anos, passou a auxiliar na administração da loja. Depois, trabalhou como bancária, em paralelo, graduou-se em três cursos: Administração de Empresas, Contabilidade e Direito. Partiu, então, para uma carreira sólida no Porto de Santos.

Foram 35 anos de atividades como executiva em multinacionais. Na última empresa, onde passou 11 anos, teve participação desde o início das obras até o controle e gestão de todo o suporte administrativo da multinacional, atuando em aspectos essenciais para continuidade do negócio.

A loja da Fatima tem cerca de 440 m². São dois andares totalmente dedicados a itens saudáveis e orgânicos. No térreo, encontram-se mais de seis mil produtos comercializados pela Terra Madre, parte de mais de 90 marcas.

“Organizei o espaço pensando com carinho no momento daquele lanche saudável. Oferecemos aos nossos clientes, neste espaço, doces e salgados preparados sem açúcar, sem glúten, sem lactose e extremamente saborosos”, explica.

A empreendedora reservou o piso superior da sua loja para eventos diversos. Para isso, conta com uma cozinha pré-montada, para a qual convida nutricionistas que, por sua vez, ensinam o público da loja a preparar receitas simples e saudáveis.

Também acontecem demonstrações de produtos e palestras com profissionais de saúde. Fátima conta que o objetivo é levar informação aos clientes e manter a loja sempre cheia. Por conta disso, o espaço já tem agenda de eventos preenchida até o final do ano. “O sonho é desmistificar a alimentação saudável para que todos possam alcançar uma boa longevidade, com muito mais saúde”, comenta.

Para Artidonio Gomes Oliveira, gestor de franquias da Terra Madre, a estratégia adotada por Fátima vem dando certo e está comprovada por números. “Ela é uma franqueada excelente. Sua loja vem batendo recordes de vendas e, além disso, é a primeira unidade franqueada a conseguir 100% no check list da consultoria. Isso significa que seus processos de gestão seguem fielmente as orientações da franqueadora, resultando em crescimento de faturamento. Isso coloca a loja como exemplo para toda a rede”, analisa.

Na visão de Fatima, o crescimento de 15% das vendas, mensalmente, e o público presente na loja – mais ou menos três mil pessoas por mês – são fruto de um trabalho meticuloso realizado por sua equipe em parceria com o time da franqueadora.

“Ninguém faz nada sozinho. Tenho orgulho da minha equipe e estou muito satisfeita com a parceria estabelecida com a franqueadora. A segurança com o negócio e a relação que estabelecemos me dá motivação para, em breve, apostar na abertura de uma segunda loja Terra Madre em Santos”, finaliza a empreendedora.

Vale ressaltar que o investimento feito para abrir a operação da Terra Madre em Santos foi de, aproximadamente, R$ 400 mil. A franqueada conta que até o final de 2018 – apenas nove meses após a inauguração da unidade - deve quitar o valor investido. Assim, 2019 deve ser um ano de comemorar o retorno do investimento realizado.

Franquia

De acordo com Leila Oda, sócia-fundadora da Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis, o conceito de negócio nasceu, em 2014, com o propósito de expandir por todo o País. No ano seguinte, a marca entrou no franchising. “A expectativa é de que tenhamos 20 unidades franqueadas em operação até o final de 2018 e 50 lojas até 2020”, avalia Leila.

O projeto de expansão prevê o crescimento da rede em espiral, o que significa que as primeiras unidades franqueadas foram abertas no estado de Goiás, berço da marca, e entorno. Hoje, a Terra Madre já chegou aos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão, Distrito Federal, Minas Gerais, Espírito Santo e Ceará e contabiliza 16 lojas em operação.

Os estados em que a rede já chegou permanecem como alvos de interesse da marca, assim como Bahia, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, onde a Terra Madre também quer estabelecer franquias em breve.

O investimento inicial para abertura de uma franquia Terra Madre varia de R$ 250 mil a R$ 320 mil. Essa variação acontece de acordo com as peculiaridades de cada localidade e ponto. O faturamento médio mensal está estimado acima de R$ 120 mil, com retorno do investimento entre 24 e 36 meses.

“As pessoas descobriram que gastar um pouco a mais com alimentos que trarão benefícios para a saúde é uma inteligente forma de economizar no futuro com medicamentos. O mercado de saudáveis tende a crescer mais e de forma cada vez mais acelerada e o mercado de orgânicos sem dúvida vai acompanhar esse movimento”, avalia Leila.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Últimas notícias

Cinco dicas do Sebrae para quem quer abrir um e-commerce

Plano de negócio é o primeiro passo para os interessados.
Leia Mais

Natal deve movimentar R$ 53,5 bi na economia

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito apontam que mais de 110 milhões de consumidores devem ir às compras e investir, em média, R$ 116 por produto.
Leia Mais

BNDES investe R$ 10 milhões para geradora de energia a partir do lixo

Planta piloto de tratamento e aproveitamento energético do lixo orgânico foi inaugurada na Estação de Transbordo da Companhia Municipal de Limpeza Urbana no Rio de Janeiro.
Leia Mais