Mercado

Horta orgânica está entre as boas práticas de hospital

Além de manter uma horta 100% orgânica, usando apenas adubo natural, o HRPM também recicla óleo de cozinha para produção de sabão.

 

O consumo de legumes, hortaliças e frutas livres de agrotóxicos e adubos químicos integram as boas práticas de gestão voltadas à preservação do meio ambiente e da vida adotadas no Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), no município de Breves/PA.

Além de manter uma horta 100% orgânica, usando apenas adubo natural, o HRPM também recicla óleo de cozinha para produção de sabão, e pretende levar esse conhecimento para a comunidade, visando à geração de renda para famílias carentes.

A horta orgânica, com 180 metros quadrados, produz 80% dos legumes consumidos no Hospital, ajudando a manter uma dieta saudável e balanceada pelo Setor de Nutrição e Dietética (SND), fundamental para a evolução do quadro de saúde dos usuários.

A horta produz mensalmente em torno de 90 quilos de legumes e frutas, incluindo rúcula, alface crespa, alface lisa, coentro, manjericão, jambu, pimenta dedo de moça, limão, abóbora, abacaxi, maracujá, banana, mamão e outros vegetais.

Em fevereiro deste ano, o Hospital conquistou o selo Green Kitchen, que reconhece o constante aprimoramento do padrão de qualidade na produção da alimentação saudável servida aos funcionários, usuários e acompanhantes, na ambientação natural e sustentabilidade.

 

Leia também: Aumenta o consumo de orgânicos em Goiás

Leia também: Nestlé troca embalagens de plástico por papel

 

Fonte: Primeira Página com informações da Agência Pará.

 

Redes Sociais